quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Vice de Haddad pode estar envolvida no ataque a Bolsonaro

O ministro substituto Carlos Horbach, do Tribunal Superior Eleitoral, determinou que o Facebook entregue em 48 horas dados de identificação do responsável pela página “Partido Bolsonaro”.
A decisão foi tomada após a defesa da candidata à vice-presidente da chapa do PT, Manuela D’Ávila, questionar no TSE postagens que a relacionavam com o atentado sofrido pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) durante ato de campanha.
O perfil afirmava que apuração da Polícia Federal encontrou seis ligações entre o responsável pelo ataque e a candidata no dia do atentado, e que Manuela teria monitorado Adélio de Oliveira no dia do episódio. O texto foi compartilhado mais de 23 mil vezes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.