quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Cinco são mortos durante tentativa de assalto ao aviãono aeroporto de Salgueiro-PE


Cinco homens foram mortos durante uma tentativa de assalto ao avião de transportes de valores no aeroporto de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, a 513 km do Recife. Os criminosos tentavam roubar a aeronave quando foram surpreendidos pelos policiais. Houve troca de tiros e cinco integrantes da quadrilha morreram. Outros membros do grupo conseguiram fugir em uma caminhonete. O piloto do avião ficou ferido no tiroteio. Os bandidos estavam em um veículo modelo Toyota Hilux, que ficou com várias marcas de tiros.
A ação da polícia foi uma operação conjunta, coordenada pela Policia Federal – DPF de Juazeiro, Policiais Federais COT e GPi, da CIPE Caatinga PMBA, 8°BPM Salgueiro PE, 2° BIESP PMPE, CIOSAC e Agentes do Núcleo de Inteligência do Sertão-3/PMPE.
O objetivo era desarticular a quadrilha, que seria responsável por crimes na cidade de Bom Jesus da Lapa, na Bahia, (onde dois policias militares foram executados). Eles também atuaram na investida que teve como alvo a agência do Banco do Brasil em Jacobina-BA, ao carro forte atrás do Hospital Geral e Urgências em Petrolina, e ao ataque a quatro carros fortes entre Remanso e Juazeiro no Norte da Bahia.
A operação também apreendeu seis fuzis AK 47 e uma metralhadora calibre .50. A metralhadora é capaz de furar a blindagem de carro-forte e aeronaves e mede 1,68 metro e pesa 38 quilos. Ela dispara de 400 a 600 tiros por minuto, tendo uma precisão que alcança 1,5 quilômetro (km). O grupo estava sendo investigado há três anos.
Com informações do Portal Op9

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.