terça-feira, 8 de maio de 2018

Ajudante de cargas é morto por bala perdida enquanto dormia dentro de Caminhão baú em Tangará/RN

Resultado de imagem para Ajudante de cargas é morto por bala perdida enquanto dormia dentro de Caminhão baú em Tangará/RNUm homem foi encontrado morto com um tiro no peito dentro do baú de caminhão onde dormia, na manhã desta terça-feira (8). O caso aconteceu em Tangará, a 92 quilômetros de Natal. Segundo a Polícia Militar, a suspeita é de que ele tenha sido atingido no início da madrugada por um dos tiros disparados por pessoas que passaram pela BR-226, no centro da cidade, em dois carros.


Jovem Juleandro Nicássio morto por Bala perdida em Tangará
Os disparos relatados por moradores da cidade aconteceram por volta de 1h. Segundo Major Valber Moura, comandante da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar de Santa Cruz, testemunhas afirmaram que dois carros passaram pela região e seus ocupantes atiravam a esmo.

Vários estabelecimentos da cidade foram artingidos. Um dos tiros acertou o baú do caminhão que estava estacionado, atravessou a lataria e feriu o ajudante de caminhoneiro dormia no local.

A morte do homem, só foi percebido no início da manhã, quando o colega de trabalho, que dormia na cabine, foi chamá-lo para seguirem viagem. A vítima foi identificada por Juleandro Nicassio Silva Dantas, de 25 anos, natural da cidade de Rui Barbosa.


O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foi ao local fazer perícia e recolher o corpo da vítima. O caso será investigado pela Polícia Civil. Até agora, os suspeitos dos disparos ainda não foram identificados ou localizados.

Do G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.