quarta-feira, 25 de abril de 2018

Justiça manda libertar 137 dos 159 presos em festa de milicianos no RJ

Parentes comemoram libertação (Foto: Matheus Rodrigues/G1)
O juiz Eduardo Marques Hablitschek, da 2ª Vara Criminal de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, revogou nesta quarta-feira (25), a prisão preventiva de 137 dos 159 presos na operação policial de combate à milícia realizada no dia 7 de abril também na Zona Oeste.
No último dia 19, o juiz já havia revogado a prisão preventiva do artista de circo Pablo Dias Bessa Martins, também detido na operação policial.
Cerca de 50 familiares das pessoas presas em festa de milicianos na Zona Oeste do Rio, aguardavam desde o final da manhã a libertação dos parentes. O clima foi de emoção ao receber a notícia da liberdade dos parentes.
O advogado Jorge Moreira de Oliveira, que representa os presos Bruno Alves da Mata e Jefferson Amorim Batista, afirmou que a decisão foi coerente e respeitou a Constituição. De acordo com ele, as defesas dos acusados se uniram no caso.
“Foi uma decisão justa, hoje nos vimos a constituição brasileira ser obedecida no Rio de Janeiro diante dessa atrocidade cometida. O estado de exceção não pode existir aqui no Rio. Quero parabenizar a decisão do juiz e o Ministério Público que foi sensato e se manifestou através da Constituição”, disse.
G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.