quarta-feira, 3 de maio de 2017

Após votos contrários à reforma, deputados potiguares perdem cargos federais no RN

Os votos contrários à reforma trabalhista praticados pelos deputados potiguares Rafael Motta (PSB) e Antônio Jácome (PTN) custaram caro ao parlamentares. Em uma possível ‘retaliação’, o presidente Michel Temer (PMDB) exonerou pessoas indicadas pelos deputados a cargos federais no Rio Grande do Norte.

No caso de Rafael Motta, Temer ‘pegou de volta’ a superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) e do Departamento Nacional de Produção Mineral no Estado do Rio Grande do Norte (DNPM).

Já Antônio Jácome viu seus indicados à superintendência da Fundação Nacional da Saúde (FUNASA) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). As informações, que já estavam sendo ventiladas na imprensa nacional, foram confirmadas na manhã desta terça-feira 02, quando as exonerações apareceram no Diário Oficial da União (DOU).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.