sábado, 25 de março de 2017

Guerra entre PCC e Sindicato do Crime motivou chacina do baile funk em Mossoró

8c7eebe8-61bb-4b7a-8b44-2aa8507871d0-660x330A prisão de duas pessoas no decorrer desta semana  garantiu a elucidação do ataque que acabou com a morte de cinco pessoas num baile funk realizado no bairro Boa Vista, no último dia 11.
Segundo o delegado Rafael Arraes a chacina foi motivada por uma disputa entre duas facções rivais que atuam na cidade. Segundo o titular da Delegacia de Homicídios (Dehom), dois homens foram presos acusados de participarem da chacina e teriam confessado o crime.
Pego em flagrante com uma arma de fogo, o primeiro suspeito foi preso na quarta-feira (22) em uma casa do bairro Santo Antônio.
De acordo com o delegado, o segundo suspeito foi preso por volta do meio-dia desta sexta-feira, em outra casa do mesmo bairro. Presos, os homens destacaram ser integrantes do Sindicato do Crime e confirmaram que foram até o baile para matar integrantes do PCC.

As cinco vítimas participavam do “Primeiro Baile de Favela”, no buffet Roma, situado no bairro Boa Vista, quando os bandidos chegaram atirando com armas de grosso calibre. Houve correria e além dois cinco mortos, várias pessoas saíram feridas.
Eriely Amanda, 21, mãe de uma criança de três meses foi atingida com um tiro na cabeça. Kaynan Gomes, Eduardo Nunes, Israel Gomes e  Jocie Morais também morreram no ataque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.