quinta-feira, 27 de outubro de 2016

TCU identifica irregularidades em 19,5 mil pensões a filhas de servidores

lupadinheiroO Tribunal de Contas da União encontrou indícios de irregularidades envolvendo 19.520 filhas solteiras de servidores públicos federais, maiores de 21 anos, que estariam recebendo pensões por morte bancadas pela União de forma fraudulenta. A lista inclui mulheres que acumulam o benefício com a renda de outras pensões e aposentadorias, de empregos na iniciativa privada e no setor público. Há até casos em que os valores pagos em nome de beneficiárias já falecidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.