domingo, 22 de maio de 2016

Promotoria de Justiça da Comarca de Tangará recebe prêmio do MPRN por Gestão e Desempenho

RH_inteligente_primeiros_colocadosO Ministério Público do Rio Grande do Norte premiou, nesta sexta-feira (20), 28 servidores nas secretarias de promotorias de justiça da Instituição pelo reconhecimento de sua atuação. O prêmio é fruto de um trabalho de profissionalização da gestão de pessoas com foco em resultados, que faz parte do programa RH Inteligente.
A premiação corresponde ao reconhecimento às maiores produtividades de secretarias de Promotorias de Justiça durante o ano 2015. Assim, foram contemplados com os prêmios 28 servidores da instituição, vencedores em 12 grupos distintos, os quais receberam uma carta de reconhecimento nominal e um kit personalizado de excelência dentro do MPRN. Os membros das respectivas comarcas premiadas foram contemplados com uma certificação.
O Procurador-Geral de Justiça Adjunto (PGJA), Jovino Pereira Sobrinho, disse, em seu discurso: “Iniciamos hoje uma nova política de recursos humanos, que permite destacarmos os premiados entre os melhores servidores de secretarias de Promotorias de Justiça, de acordo com parâmetros técnicos”
.
Ainda segundo ele, “essa iniciativa é inédita dentro do funcionalismo público do Estado e esperamos contribuir significativamente para que outros órgãos adotem essa prática de não apenas cobrar excelência de seus servidores, mas também de reconhecer e premiar os melhores desempenhos”.
Para o chefe de gabinete, promotor de Justiça Alexandre Frazão, esse foi o momento de concretizar uma ação que partiu de uma preocupação de criar um mecanismo de melhoria da atividade fim e do próprio trabalho das promotorias. “Um dos primeiros desafios para isso é conseguir medir de alguma forma as atividades realizadas, pois não tem como melhorar o que não conhecemos objetivamente. Assim parabenizo todos os servidores da PGJ que se envolveram nesse projeto, que permite uma série de ações entre as quais a premiação hoje realizada”, explicou.
O promotor de Justiça da Comarca de Tangará, Lenildo Queiroz Bezerra, declarou que “é com muita satisfação que recebemos essa homenagem, pois em 2015 enfrentamos muitas dificuldades e, mesmo assim, os servidores dedicaram todo o seu esforço”. “É fácil trabalhar com pessoas dispostas a darem o melhor, mesmo diante de algumas limitações, para produzir o que a sociedade espera de nós”, destacou o promotor, cuja equipe conquistou o primeiro lugar global na premiação.
O servidor Francisco Ricardo da Silva agradeceu a parceria de todos que trabalham na Comarca de Tangará, incluindo os vigias e o pessoal da limpeza. “Cada um contribui de forma diferente para a produção. Tivemos esse reconhecimento de algo natural que fizemos, que foi cumprir nossas responsabilidade”, observou.
A solenidade também marcou a reinauguração do auditório da Procuradoria-Geral de Justiça.
Premiados
1º Lugar global
Secretaria da 30ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal: promotora Marcella Pereira da Nóbrega e as servidoras Ellida Thatiane Dantas de Souza e Maria Marta de Franca.
2º Lugar global
Secretaria da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Goianinha: promotora Danielli Christine de Oliveira Gomes Pereira e as servidoras Maria Karollina Gomes de Medeiros e Márcia Rozângela de Lima Faustino.
3º Lugar global
Secretaria da 30ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal: promotora Marcella Pereira da Nóbrega e as servidoras Ellida Thatiane Dantas de Souza e Maria Marta de Franca.
Grupo A1 (Natal -Judicial Criminal)
Secretaria da 72ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal: promotora Gilcilene da Costa de Sousa e o servidor José Alexandre de Amorim Garcia.
Grupo A2 (Natal -Judicial Cível)
Secretaria da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal: promotora Mariana Rebello Cunha Melo de Sá e as servidoras Luciana Maria de Medeiros, Sonally de Araújo Siqueira e Isabella Magnata Pino.
Grupo A3 (Natal -Extrajudicial)
Secretaria da 30ª Promotoria de Justiça da Comarca de Natal: promotora Marcella Pereira da Nóbrega e as servidoras Ellida Thatiane Dantas de Souza e Maria Marta de Franca.
Grupo B1 (Mossoró e Parnamirim -Judicial Criminal)
Secretaria da 14ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mossoró: promotor Romero Marinho e os servidores Lívio Victorius Diógenes, Francisco Cláudio Gonçalves, Rejane Dantas da Silva e Maria Gilcilene de Oliveira Lisboa.
Grupo B2 (Mossoró e Parnamirim -Judicial Cível)
Secretaria da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Parnamirim: promotora de Justiça Isabelita Garcia Gomes Neto Rosas e as servidoras Bruna Fialho Matoso Barros e Rita de Cássia Queiroz de Melo.
Grupo B3 (Mossoró e Parnamirim -Extrajudicial)
Secretaria da 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Parnamirim: promotora de Justiça Luciana Maria Maciel Cavalcanti Ferreira de Melo e a servidora Karla Rudávia de Gois Baracho.
Grupo C1 (+ de PMJ -Judicial Criminal)
Secretaria da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Caicó: promotor Geraldo Rufino de Araújo Júnior e os sevidores Alessandro José de Lima e Gley Karls Lind de Medeiros.
Grupo C2 (+ de PMJ -Judicial Cível)
Secretaria da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Monte Alegre: promotora Leila Regina de Brito Andrade Cartaxo e a servidora Fernanda Vidal da Costa e Silva.
Grupo C3 (+ de PMJ -Extrajudicial)
Secretaria da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de São Gonçalo do Amarante: promotora Rosane Cristina Pessoa Moreno e os servidores Alberes de Andrade Silva, Jadson de Souza Bezerra, Elisângela Reginaldo Ferreira Bezerra e Daianny Siqueira Costa Melo.
Grupo D1 (PMJ Única -Semelhança 01)
Secretaria da Promotoria de Justiça da Comarca de Extremoz: promotoras Emília Matilde Araújo de Vasconcelos Leite Zumba e Engracia Guiomar Rego Bezerra Monteiro e as servidoras Bruna Braga da Silva e Michelle Medeiros de Lacerda Lima e Moura.
Grupo D2 (PMJ Única -Semelhança 02)
Secretaria da Promotoria de Justiça da Comarca de Tangará: promotor Lenildo Queiroz Bezerra e os servidores Francisco Ricardo da Silva, Eronaldo Emiliano Cícero e Alvânia Alcântara da Fonseca.
Grupo D3 (PMJ Única -Semelhança 03)
Secretaria da Promotoria de Justiça da Comarca de Nísia Floresta: promotora Ana Jovina de Oliveira Ferreira e Itamárcia Belém Cecílio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.