sexta-feira, 6 de maio de 2016

Felipe Maia apresentou emendas à MP que beneficia caminhoneiros e produtores rurais

felipe_comissaoA medida provisória (MP) 707/2015, que trata da renegociação das dívidas dos produtores rurais e dos caminhoneiros, foi aprovada pelo plenário da Câmara, nesta quarta-feira (04), e segue para o Senado. De acordo com o deputado Felipe Maia (DEM), autor de uma das emendas incluídas no texto aprovado, a proposta reabre prazos e concede mais benefícios para a quitação ou renegociação dos débitos rurais.
A emenda do potiguar estabelece bônus de adimplência que variam de 5% a 80%, de acordo com a data de contratação e o valor financiado. Além disso, a emenda prevê abatimento no saldo devedor se comprovado que o produtor está em dia com o pagamento do débito. A proposta do deputado ainda estende o prazo de pagamento, de acordo com a capacidade financeira do mutuário.
“Há mais de um milhão de produtores rurais em dívida com bancos oficiais. Estamos no quinto ano consecutivo de seca no Nordeste e a cada ano os reservatórios diminuem. No Rio Grande do Norte, por exemplo, o volume dos reservatórios caiu de 74%, em 2012, para 19%, em 2016. Essa queda impacta a lavoura da região. Se a água não veio, a produção não saiu, o agricultor não tem como pagar seus débitos”, resumiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.