sexta-feira, 6 de maio de 2016

Ezequiel Ferreira apresenta pleitos para Macaíba e três municípios da região Trairi

ezequielO presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), apresentou um conjunto de ações para serem realizadas pelo Governo do RN em Macaíba e mais três municípios da região Trairi em decorrência de demandas das comunidades nas áreas da segurança pública, operações tapa-buracos e no fornecimento e abastecimento d’água potável.
“Os principais pleitos para Macaíba, Tangará, São José de Campestre e Sítio Novo centram-se na segurança pública e recursos hídricos. Porém não podemos deixar de lado as constantes provocações do munícipes para que o Governo do RN promova operações de recuperação nas estradas estaduais, principalmente, àquelas que escoam a produção das cidades para a capital”, destaca Ezequiel Ferreira.
Para Macaíba, região da Grande Natal, foi solicitado a implantação do projeto Ronda Cidadã com base no aumento do número de vítimas de todas as práticas criminosas. O requerimento segue sinalização que aponta a implantação do projeto em Parnamirim.
Outras duas solicitações tratam da realização de operação tapa-buracos em trechos da rodovia RN 093 e contemplam os municípios de Tangará, São José de Campestre e Sítio Novo, todos na região Trairi do estado. “Em virtude das inúmeras quantidades de buracos e do iminente risco de acidentes, os condutores de veículos (de todas as modalidades: passeio, carga, transporte de passageiros) e a população têm enfrentado diariamente, grandes prejuízos e dificuldades ao trafegar pela RN 093”, justificou o presidente da Casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.