segunda-feira, 7 de março de 2016

Lula disse a delegado da PF que só sairia do apartamento algemado

ato_lulaAo receber uma equipe da Polícia Federal em seu apartamento, em São Bernardo do Campo, às 6h de sexta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que queria prestar seu depoimento naquele local e que só sairia de lá algemado. Após conversar por telefone com seu advogado, Roberto Teixeira, no entanto, concordou em ser levado para o Salão Presidencial do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, em uma viatura descaracterizada — e sem algemas
.
As informações constam em documento assinado pelo delegado da PF Luciano Flores de Lima, endereçado ao juiz Sérgio Moro e anexado neste domingo ao processo. Lima chefiou a equipe que cumpriu o mandado de condução coercitiva expedido contra Lula na última sexta-feira. O delegado também conta que parlamentares tentaram forçar entrada na sala onde o ex-presidente prestou depoimento, no Aeroporto de Congonhas, e que a defesa do ex-presidente gravou as três horas de depoimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.