quarta-feira, 9 de março de 2016

Kelps alerta sobre dificuldades em pesca artesanal no RN


A crise enfrentada pelos trabalhadores que sobrevivem da pesca artesanal foi tema do pronunciamento do deputado Kelps Lima (Solidariedade) na sessão plenária desta terça-feira (8). O deputado disse que a situação é muito grave e alertou para que providências urgentes sejam tomadas, sugerindo ao Governo do RN que seja criado um programa emergencial a fim de dar um suporte financeiro aos pescadores.

“Muitos debate são organizados acerca do homem do campo, mas o pescador artesanal está gravemente afetado pela seca. Essa atividade é uma das mais antigas da humanidade e está arraigada na nossa cultura, passando de pai para filho”, afirmou o parlamentar. Kelps externou sua preocupação com os pescadores do RN e afirmou que, para não passar fome, muitos estão arriscando suas vidas indo exercer a atividade em outros Estados e longe das suas famílias.

O parlamentar criticou a medida do Governo Federal de suspender, através de uma portaria interministerial, o seguro defeso, enquanto realiza um recadastramento de 120 dias. “Isso está sendo uma maldade e causando uma tragédia para quem faz pesca artesanal, pois esse recadastramento poderia ter ficado para depois, mas o Governo está punindo a maioria, que trabalha honestamente”, afirmou o deputado. De acordo com Kelps, há no RN cerca de 16 mil pescadores, organizados em 51 colônias. “A situação é muito grave e precisa de uma providência muito urgente”, afirmou

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.