segunda-feira, 28 de março de 2016

Empresária que prestou serviço ao PT fecha delação premiada e deve complicar Dilma

ter dilma pegaA empresária Daniele Fonteles, uma das donas da agência de comunicação Pepper, que prestava serviços ao PT, fechou acordo de delação premiada com investigadores da Operação Acrônimo. Na colaboração, ela deve confirmar irregularidades na prestação de serviços para a campanha da presidente Dilma Rousseff em 2010 e implicar o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), o que preocupa o Palácio do Planalto.
O acordo, negociado com a Procuradoria-Geral da República (PGR), terá ainda de ser homologado pelo ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A empresária vinha resistindo, mas decidiu falar com o avanço das investigações da Acrônimo e a citação de sua empresa em inquérito da Lava Jato. O acerto para colaborar com a PGR foi noticiado pelas revistas Veja e Época no sábado passado, 26.
Diário do Pode

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.