quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Tomba faz apelo ao DNIT para recuperar trecho da BR-226


tombaBRO deputado Tomba Farias (PSB) em pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (3),fez um apelo ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT),no Rio Grande do Norte, no sentido de que seja feita recuperação na BR-226, no trecho entre as cidades de Santa Cruz e Currais Novos, onde, no seu entendimento, estão ocorrendo muitos acidentes com vítimas fatais, causados pela condições da rodovia
.

“Nos últimos quatro meses ocorreram muitos acidentes entre Tangará e Santa Cruz, um trecho que não foi recuperado pelo DNIT. Foram cerca de 30 acidentes gravíssimos com mortes, geralmente em abalroamentos frontais quando os motoristas tentam desviar dos buracos”, reforçou o parlamentar.
De acordo com o deputado ele já esteve no DNIT solicitando providências, mas até agora nada foi feito. Tomba lembrou que com o problema da falta de água em Currais Novos, Acari e Caicó, aumentou o número de carretas que trafegam naquela região, levando água para essas cidades, piorando ainda a situação da estrada.
“Uma operação tapa buracos tem que ser feita imediatamente, para que sejam evitados novos acidentes e que mais pessoas morram naquele trecho, entre Tangará e Santa Cruz, pois o restante da rodovia foi recapeada. Sei que o momento é grave economicamente, mas não acredito que o Governo Federal não tenha recursos para recuperar um trecho de apenas 28 quilômetros”, concluiu Tomba Farias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.