terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Governador anuncia redução de R$ 20 milhões na folha de pessoal

mensagem_robinsonEm sua mensagem lida nesta terça-feira na Assembleia Legislativa, onde fez uma prestação de contas do primeiro ano de sua administração, o governador do Estado Robinson Faria (PSD) anunciou a redução de R$ 20 milhões na folha de pessoal do Rio Grande do Norte, que segundo ele foi possível graças ao esforço e comprometimento do seu governo.

“Anuncio neste momento a redução de R$ 20 milhões na folha de pessoal. A diminuição, aferida pela Controladoria Geral do Estado no terceiro quadrimestre de 2015 é resultado de uma série de medidas, incluindo a auditoria na folha de pagamento e o censo do servidor”, afirma o Governador.
Segundo o chefe do Executivo Potiguar, esse é o início da colheita de resultados de um trabalho sério e inédito para corrigir distorções e privilégios indevidos. Robinson Disse ainda que com esses e outros esforços e adequações, será alcançada uma queda no comprometimento da despesa de pessoal com a Receita Corrente Líquida do Estado de 53,11% para 51,57%.

“Vivemos um momento de grande ebulição na área de planejamento do Estado. Estamos diante do maior projeto de modernização da gestão pública da história do Rio Grande do Norte. A Governança inovadora fortalece nossa capacidade de gestão para dotar o Estado de um novo padrão de desenvolvimento. Uma visão de futuro que nos impõe a necessidade de, com eficiência, refundar o Estado, a partir de um modelo socialmente justo, democrático, próspero, ambientalmente sustentável e territorialmente equilibrado” destaca o governador Robinson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.