domingo, 24 de janeiro de 2016

Barragem do Açu recebe 10 milhões de metros cúbicos de água


g_mirante-e-vista-geral-da-barragem-armando-ribeiro-em-itaja-rn-fotopedro-cardosoA notícia é destaque na Tribuna do Norte. Maior reservatório de águas superficiais do Rio Grande do Norte, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, no Vale do Açu, recebeu um volume de 10 milhões de metros cúbicos de água, em decorrências das chuvas que caíram em janeiro na bacia tributária do rio Piranhas/Açu. O técnico do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) responsável pelo seu monitoramento, Geraldo Magela, informou que a lâmina de água da barragem subiu cinco centímetros até a sexta-feira (22), quando se alcançou a cota 38,76 e chegou a um volume de 484,4 milhões de metros cúbicos de água.

Geraldo Magela explicou que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves não tomou, ainda, um volume acentuado de água porque as maiores chuvas caíram à montante, no Sertão do Seridó, por exemplo. “A água que devia vir pro Vale do Açu está ficando lá na frente, na barragem de Oiticica”, disse ele, em relação ao reservatório que está sendo construído no município de Jucurutu.
A barragem Armando Ribeiro Gonçalves tem capacidade para armazenar 2,4 bilhões de metros cúbicos. De acordo com a última medição da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), ocorrida na terça-feira (19), a Armando Ribeiro contava com 20,14% de sua capacidade, o equivalente a 483,3 milhões .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.