terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Fim das doações de empresas é o destaque da reforma política aprovada pelo Senado

urna-eletronicaUma pesquisa do Datafolha, encomendada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), apontou – em julho último – que 74% dos brasileiros são contrários ao financiamento empresarial a partidos e políticos. Apenas 16% se declararam favoráveis. A opinião reverberou no Senado e, em 2 de setembro, os senadores aprovaram o projeto de reforma política que acabava com esse tipo de doação.
O placar apertado – 36 favoráveis e 31 contrários – refletiu como foram os debates antes da aprovação desta emenda ao projeto da reforma política (PLC 75/2015). O senador Jorge Viana (PT-AC) defendeu o fim das doações de empresas, prática que ele considera inconstitucional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.