sábado, 26 de dezembro de 2015

Cientistas passarão o recesso de final de ano estudando o vírus zika

zika_virusOs cientistas da rede de pesquisa montada em São Paulo do vírus zika passam o recesso de Natal e Ano Novo trabalhando para estudar a doença. Pelo menos 160 pesquisadores estão com projetos em andamento. O ICB (Instituto de Ciências Biomédicas), da USP, já tinha conseguido manter culturas do vírus em células, algo necessário para uso em experimentos e diagnósticos por DNA. As primeiras fêmeas de camundongo grávidas foram infectadas na véspera de Natal, para um estudo que busca mostrar como o zika pode estar causando casos de microcefalia, fenômeno registrado sobretudo no Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.