quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Casos suspeitos de Microcefalia chegam a 154 no RN


O número de casos suspeitos de microcefalia cresceu 13,23% no Rio Grande do Norte, entre os dias 12 e 19 deste mês. Em números, o total passou de 136 para 154 notificações em análise, além de outras 10 possíveis mortes pela doença – o Estado lidera este ranking junto com a Bahia. E, o crescimento potiguar reflete nos números nacionais. De acordo com o Ministério da Saúde, no mesmo período, o total de casos observados subiu para 2.782 – 28% maior que os 2.165 do último levantamento – com 40 óbitos suspeitos. Os dados sobre confirmações e descartes não foram divulgados.


Na semana passada, no dia 15 de dezembro, o Ministério da Saúde, em coletiva de imprensa, informou que, além dos 2.165 casos suspeitos, haviam 134 já confirmados e 102 descartados da malformação. Na ocasião, com 35 dos reconhecidos, o RN era o segundo Estado do país com o maior registro de microcefalia causada pelo Zika Vírus, atrás apenas do Sergipe, então com 51 atestados. Segundo o MS, porém, tal publicação gerou divergências com os Governos Estaduais, que passaram a questionar os critérios de enquadramento e classificações da doença. Por isto, o anúncio desta informação não ocorreu.

“De lá para cá [do dia 12 ao 19], nós recebemos muitos comunicados dos Estados de que os profissionais tiveram muitas dúvidas no enquadramento dos casos. Há uma dificuldade na classificação e no enquadramento confiável, como os casos confirmados e descartados”, disse o diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do MS, Caio Maierovitch.

Em virtude da polêmica, o Ministério declarou à reportagem da TN que, nas próximas três semanas, haverá reuniões com os Governos Estaduais para melhorar as orientações sobre os protocolos. A partir disto, então, os dados passarão novamente a ser divulgados. A TN procurou ainda a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), para questionar os números atualizados da doença no RN, mas, o órgão declarou que só divulgaria os dados detalhados hoje (23), em coletiva de imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.