sábado, 25 de julho de 2015

Paraquedista morre ao cair da Pedra da Gávea, no Rio

Helicóptero fazia buscas por desaparecido (Foto: Washington Amaral/ Arquivo Pessol)O esportista que caiu na Pedra da Gávea, na Zona Sul do Rio, nesta sexta-feira (24) foi encontrado morto pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com a corporação, a vítima foi identificada como Fernando M. Gonçalves e seria praticante de wingsuit.
No esporte, praticantes de base jump ou paraquedismo usam um macacão que permite planar durante a queda livre, aumentando a resistência do ar. Os esportistas mais radicais voam próximo a montanhas, aumentando o grau de dificuldade e risco. Para o pouso, é aberto paraquedas antes de chegar ao solo.
As buscas foram realizadas por militares do quartel do Leblon com o apoio de um helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas.

Segundo o Washington Amaral, que estava na Praia do Pepino, para onde o corpo foi levado após o resgate, um esportista teria batido nas pedras. Ainda segundo ele, além do helicóptero dos bombeiros, uma ambulância e dois carros da corporação foram para o local.
Em maio, um dos atletas radicais mais destemidos e conhecidos do mundo, o americano Dean Potter, morreu durante um voo de wingsuit na Califórnia. Desde que o esporte começou a ganhar popularidade, em 2002, cerca de 70 pessoas morreram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.