segunda-feira, 20 de julho de 2015

Ministro da Pesca cumpre agenda em Tangará e Canguaretama nesta segunda-feira (20)

Helder-MPAO governador do RN, Robinson Faria, receberá o ministro Helder Barbalho, a quem apresentará a política do Estado voltada para a aquicultura e pesca, com ênfase para programação do RN Sustentável e o projeto Velas ao Vento, que oferece capacitação tecnológica e estrutura física à quase 900 pescadores artesanais potiguares.
“O Estado enxerga o segmento da pesca e aquicultura com grande potencial de desenvolvimento. Estamos executando uma série de projetos e contamos com a parceria do Ministério da Pesca e Aquicultura. A presença do ministro da Pesca no Estado fortalece o trabalho em prol do setor”, destaca Haroldo Abuana, secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), que esta semana esteve em Brasília e foi recebido pelo ministro Helder para agilizar o andamento do projeto Velas ao Vento.

O programa pretende beneficiar os pescadores de pequenas embarcações, que receberão equipamentos de GPS, adequação e substituição das velas das embarcações e manutenção preventiva de motores pequenos, em um investimento total de quase R$ 600 mil. A expectativa é atingir 900 pessoas na primeira etapa do projeto, em 29 colônias de pescadores.

Na programação do ministro e sua comitiva está prevista ainda visita à Fazenda Canabrava, da Camanor Produtos Marinhos, em Canguaretama, onde funciona um sistema moderno de criação de camarão com 100% de reaproveitamento da água utilizada nos viveiros de criação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.