sexta-feira, 17 de julho de 2015

Concursos abrem 1.643 vagas no RN

Nem a crescente dificuldade das provas, nem a crise econômica tem afastado quem optou lutar por uma vaga no serviço público. No primeiro semestre deste ano, o número de alunos ultrapassou em 25% a marca de matriculados durante o mesmo período do ano passado em um cursinho preparatório da cidade. Neste semestre, 1.643 vagas estão abertas ou programadas somente no Rio Grande do Norte.

Esses número só dizem respeito ao poder Executivo Federal. Mas  vários municípios potiguares já realizaram concursos este ano – Parnamirim, por exemplo - ou planejam executá-los ainda em 2015, como  o município de Natal.


Para o diretor de um curso preparatório em Natal, Aldo Rocha, a própria crise econômica somada ao fato da não paralisação de contratações impulsionou a procura. “Setores como Educação, Saúde e Segurança continuam contratando. Esse implemento de 25% que ocorreu no primeiro semestre do ano é daquele candidato que já sofreu com a crise pela perda do posto de trabalho, como também aquele que teme ser o próximo”, analisou.

Mas a vaga no serviço público não cai do céu. Especialistas e concurseiros comentam que a média de tempo para finalmente conseguir a tão sonhada nomeação é precedida de uma preparação intensiva, em média, de três anos. Isso significa estudar longas horas em casa, em biblioteca, nas salas de aula, responder provas anteriores e tentar vários certames.

A contadora Jaciara Silva, de 34 anos, está nessa luta desde 2011 com alguns intervalos. Ela divide o seu tempo de estudos com o cuidado de seus dois filhos, uma loja de jogos eletrônicos e tarefas domésticas. A contadora tenta estudar três horas por dia, sem contar as três horas de sala de aula. Para ser rigorosa com sua rotina de estudos, ela cronometra até o tempo que gasta ao ir beber e quando vai ao banheiro.

Jaciara já elegeu seu objetivo: ser analista do INSS. Além da vontade de realizar o sonho no serviço público, a preparação intensa decorre do fato de ter percebido que as provas vem tornando-se cada vez mais difíceis. “Cada vez mais, as organizadoras tem feito provas com redação. Eu já tive vários amigos que quase fecharam a prova objetiva, mas que ficaram fora porque foram mal na redação”, disse. Mas não é  só a exigência com a capacidade de expressão escrita que tem crescido.

A contadora também tem observado que a disciplina chamada de Raciocínio Lógico tem se tornado cada vez mais frequente. “Tem muitos conectivos que não são os mesmo da Língua Portuguesa, você tem que saber das tabelas verdade. É uma loucura”, brincou.  Para a coordenadora do curso de Gestão de Recursos Humanos da Universidade Potiguar, Isabele Mendonça, o crescimento dessa dificuldade das   provas é natural. “Não é porque é serviço público que vai entrar qualquer profissional. Até porque hoje são fiscalizadas, são auditadas e própria sociedade exige mais qualidade desses serviços”, comentou. 

Oportunidades
TOTAL DE VAGAS: 3.816
Só no RN: 1.643



Concursos locais:

Prefeitura de Ipueira
43 vagas + cadastro de reserva

Prefeitura de Natal – Secretaria de Saúde
630 vagas

Prefeitura de Natal – Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social
892 vagas

Prefeitura de João Dias
32 vagas

Prefeitura de São Fernando
3 vagas

Concursos federais
Liquigás
2 vagas + cadastro reserva

Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN)
41 vagas (para técnico-administrativo)

BB Tecnologia
cadastro de reserva

INSS
950 vagas (previsto)

Advocacia Geral da União (AGU)
84 vagas (sem local de lotação definido)

Concurso Saúde Aeronáutica      
112 vagas

Concurso Exército Brasileiro  Saúde
122 vagas (sem local de lotação definido)

Ministério do Planejamento 636 vagas (distribuídas em todas as regiões, sem especificar Estados)

Corpo Auxiliar de Praças da Marinha
165 vagas

Corpo de Saúde da Marinha
100 vagas

Capelão do Exército Brasileiro
4 vagas (sem definição de lotação)

Previstos:
TRT 21º Região e TRE

Da Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.