segunda-feira, 1 de junho de 2015

Sete Chaves: Pedras levadas para Parelhas foram extraídas de forma precária na PB

turmalina_PBA Polícia Federal (PF) encontrou condições precárias de funcionamento e de trabalho nas minas onde eram realizadas as extrações ilegais de Turmalina Paraíba, no distrito de São José da Batalha, município de Salgadinho, no Seridó paraibano. A operação “Sete Chaves”, realizada pela PF e Ministério Público Federal (MPF) desarticulou o esquema milionário de extração de pedras preciosas que teria movimentado R$ 2,5 milhões, tendo Parelhas/RN como local para “esquentar” as notas fiscais.
A reportagem da TV Paraíba teve acesso ao local junto com os policiais neste sábado (30), constatando o local fechado, com buracos encobertos apenas por tapumes, instalação elétrica feita por gambiarras e falta de equipamentos de segurança para o garimpo. Apenas dois funcionários estavam cuidando do local e confirmaram que, além da falta de condições para funcionamento, os trabalhadores também não tinham carteira de trabalho assinada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.